• Valéria Rossato

Entendendo a rosácea

Rosácea é uma doença inflamatória crônica da pele. Afeta entre 1 e 10% da população, sendo mais comum entre os 30 e 50 anos de idade e entre as mulheres. Acomete principalmente a face, caracterizada por uma vermelhidão difusa e persistente, bolinhas com ou sem pus, edema e dilatação de pequenos vasinhos que ficam visíveis na pele. Paciente queixa-se de ardor, comichão, sensação de picadas e calor. A pele pode ser seca e irritada com facilidade. Os fatores desencadeantes são calor, exercício físico, exposição solar, frio, comida picante, consumo de álcool, menopausa, estresse, entre outros.

Existem variantes da rosácea:

1) Teleangiectásica: vemos um vermelhidão persistente e os vasinhos dilatados na superfície

2) Papulo pustular: vemos as bolinhas, vermelhas ou com pus

3) Rinofima: Nariz aumenta de tamanho e fica com alterações na pele típicas

4) Ocular: sintomas de olho e/ou pálpebras s irritados, secos e vermelhos


E sobre o tratamento?

– usar protetor solar e evitar se expor ao sol

– evitar banhos prolongados ou com água muito quente para o banho e para lavar o rosto, para não irritar mais a pele nem ressecá-la

– uma vida mais saudável e com nível de estresse controlado são sempre bons aliados no tratamento das doenças de pele!

– evitar bebidas alcoólicas, bebidas com temperatura muito quente e comidas com muita pimenta ou condimentos, uma vez que essas ingestões são termogênicas (aumentam a temperatura do corpo e aceleram o metabolismo), podendo agravar a vermelhidão e a irritação na pele;

– os agentes indutores podem variar de pessoa para pessoa e também podem incluir evitar exposição ao vento forte no rosto, climas muito frios, produtos e medicamentos para a pele específicos, alguns tipos de exercícios etc.


Existem diversos cremes e loções de uso local para tratamento da rosácea, entre eles o metronidazol e a ivermectina, além do ácido azeláico. Muitas vezes são necessários tratamentos com comprimidos VO como tetraciclinas, doxiciclinas e isotretinoína. Também temos vários procedimentos como laser e luz intensa pulsada que podem ser usados dependendo do subtipo de rosácea apresentado pelo paciente.













#Rosácea #Pelesensível

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 

©2020 por VR Dermatologia. Orgulhosamente criado com Wix.com